Churrascaria Palace – Copacabana

Fachada da Churrascaria Palace, em Copacabana.

Fachada da Churrascaria Palace, em Copacabana.

O evento Kekanto Elite, do site de resenhas Kekanto, me proporcionou mais uma vez a possibilidade de conhecer um restaurante no Rio que ainda não havia experimentado. Diferente dos eventos anteriores, que aconteceram em restaurantes mais novos do roteiro carioca, esta sétima edição nos levou a uma das churrascarias mais tradicionais da cidade. Trata-se da Churrascaria Palace, em Copacabana. Quem nunca foi, ao menos já ouviu falar, não é?

Elite do Kekanto posando para a foto clássica do evento, na Churrascaria Palace.

Elite do Kekanto posando para a foto clássica do evento, na Churrascaria Palace.

O restaurante é um pouco menor do que as churrascarias mais famosas de porte industrial como o Porcão e, por isso, oferece um ambiente um pouco menos agitado. Nós ainda fomos recebidos em um salão privativo, anexo ao salão principal e que não costuma ser usado para receber clientes, onde o ambiente era ainda mais calmo. Claro, isso se não fosse a agitação da turma do Kekanto, que fez uma bagunça danada no local e cujas fotos você pode ver aqui.

Dono da Churrascaria Palace, Antonio nos dá as boas vindas e apresenta o roteiro do evento.

Dono da Churrascaria Palace, Antonio nos dá as boas vindas e apresenta o roteiro do evento.

A experiência foi baseada no rodízio da casa, que custa R$ 65,00 e inclui todos os tipos de carne, além de opções de frutos do mar, peixes especiais, petiscos e toda a diversidade do sushi bar. Vamos falar melhor de cada um deles nas linhas abaixo.

Abertura do evento com o delicioso prosseco italiano Donelli Brut.

Abertura do evento com o delicioso prosseco italiano Donelli Brut.

A cozinha nos deu as boas vindas com petiscos simples, porém gostosos, como pães de queijo e pastéis. Pratos com um exército de sashimis de salmão e atum fatiados também rodaram as mesas, com propostas de harmonização com cerveja Baden Baden Weiss ou vinho Alamos Chardonnay 2010 (Argentina).

Oferta do sushi bar, as suculentas fatias de salmão e atum invadiram as mesas.

Oferta do sushi bar, as suculentas fatias de salmão e atum invadiram as mesas.

Muitas e deliciosas ostras in natura no gelo com limão siciliano.

Muitas e deliciosas ostras in natura no gelo com limão siciliano.

Em pouco tempo, outra proposta de harmonização chegou. Porções vistosas de ostras no gelo com limão siciliano foram servidas com garrafas de cerveja Baden Baden Stout ou taças de Prosecco Donelli Brut (Itália). Experimentei o segundo e gostei demais. Por conta dele, acabei privilegiando os prossecos, deixando as ofertas de cerveja um pouco de lado.

Farta porção de camarão grelhado, ainda pela sessão "frutos do mar" do evento.

Farta porção de camarão grelhado, ainda pela sessão "frutos do mar" do evento.

Que tal mais um bocado de frutos do mar? Lula grelhada, mexilhão, tentáculos de lula......

Que tal mais um bocado de frutos do mar? Lula grelhada, mexilhão, tentáculos de lula...

Estávamos numa churrascaria, mas a etapa dedicada aos frutos do mar foi bem completa. Experimentamos porções de camarão e lula grelhados, com arroz de brócolis, acompanhadas também com a Baden Baden Weiss. Início promissor pra um evento que ainda iria oferecer muito mais.

O momento frutos do mar se encerrou com uma das opções mais gostosas que comi de todo o cardápio do rodízio. O Pintado na brasa é oferecido em diversos pedaços robustos, no espeto, e apresenta uma consistência e sabor incríveis. Foi servido entre garrafas de Eisenbahn Pale Ale. Posso dizer que no evento de rodízio de carnes, o Pintado roubou a cena. Experimente esse peixe e depois venha aqui me dizer se ele não faz frente com as melhores carnes que você já provou.

Pintado na Brasa - Este delicioso peixe roubou a cena na Churrascaria Palace.

Pintado na Brasa - Este delicioso peixe roubou a cena na Churrascaria Palace.

Quando você lê uma resenha sobre churrascaria você espera ter mais informações sobre o cardápio de carnes oferecido. E o que nos foi oferecido nesse evento – posso adiantar aqui – foi um panorama bem completo dos cortes e sabores que estão inclusos no rodízio e sobre os quais vamos falar melhor agora.

A primeira carne do cardápio foi a exótica carne de avestruz. Já experimentou?

A primeira carne do cardápio foi a exótica carne de avestruz. Já experimentou?

A primeira carne servida foi a de avestruz. Com a consistência similar a de um bife de fígado (por favor, não entenda isso como uma crítica), ela é macia e muito saborosa. Parte desse mérito se deve ao tempero do mestre Índio, chef “costeleiro” da cozinha da Churrascaria Palace, que nos acompanhou durante todo o evento, passando informações sobre as características das carnes e o modo de preparo. Uma pequena aula a cada pedaço servido. Um barato! Junto à carne de avestruz foram servidos legumes grelhados, além de cerveja Baden Baden Red Ale e vinho Novas Emiliana Gran Reserva 2009 (Chile).

Chapa quente! Sabor exótico e suave da carne de Javali.

Chapa quente! Sabor exótico e suave da carne de Javali.

O segundo tipo de carne servida foi a de javali, acompanhada de polenta e harmonizada também com Baden Baden Red Ale. A nobre carne de javali possui colesterol próximo ao zero e sabor suave e exótico. Boa pedida para fugir dos cortes mais tradicionais de churrascaria como alcatra, maminha e fraldilha.

Vai uma costelinha? Saborosíssimo Fran Rack de Cordeiro!

Vai uma costelinha? Saborosíssimo Fran Rack de Cordeiro!

Em seguida, o Fran Rack de Cordeiro assumiu o papel de destaque e, acompanhado de farofa de ovos, foi servida com long necks de Devassa Ruiva. Combinação redonda! Confesso que deixei a elegância de lado e comi quase meia dúzia das costeletas de cordeiro com a mão, saboreando cada lâmina de carne que, comendo com garfo e faca, não seria devidamente aproveitada.

Criação da casa dos anos 80, a Picanha Borboleta é aberta ao meio e fica com gordura dos dois lados da peça.

Criação da casa dos anos 80, a Picanha Borboleta é aberta ao meio e fica com gordura dos dois lados da peça.

Eis que um dos pratos mais famosos chegou. A Picanha Borboleta é um corte exclusivo da casa, criado na década de 80, quando rapidamente ganhou fama, que consiste em abrir a picanha ao meio, deixando a gordura nos dois lados da peça. Carne macia, saborosa e muito vistosa, como você pode conferir na foto. Para acompanhar a picanha borboleta, foi sugerida a Baden Baden Bock. Achei que o grau máximo de sabor havia sido alcançado. Ledo engano…

Costela P6 - Carne de boi com 6 sabores e consistências distintas numa mesma peça.

Costela P6 - Carne de boi com 6 sabores e consistências distintas numa mesma peça.

Por último e pra encerrar a seqüência de carnes com chave de ouro, surgiu no salão um pedaço gigante e fumemgante de costela, debruçada num rechaud de uma bandeja-carrinho, conduzida pelo Índio e por outro garçom sorridente. O alvoroço tomou conta do salão e todo mundo empunhou suas máquinas fotográficas para registrar as imagens daquela bela peça.

O alvoroço não é sem motivo. Anunciada na abertura do evento pelo Antônio, dono do restaurante, a Costela P6 fica 24 horas marinando, 12 horas assando e o “6” no nome se refere aos diferentes sabores, que vão sendo apresentados à medida que se aprofundam os cortes. Seja para qual for o corte, que também oferecem consistências diferentes, a sugestão para harmonizar também foi a cerveja Baden Baden Bock.

A essa hora, eu e minha mulher já estávamos mais do que satisfeitos e só consegui desfrutar de 3 dos 6 sabores da Costela P6, que foi unanimidade no evento.

Chegou a rolar uma sessão de sobremesas, mas eu já não estava mais presente para aproveitar. No entanto, logo depois, o Kekanto e a Churrascaria Palace soretaram dois vale-rodízios para os participantes do evento e eu fui um dos sorteados, o que me deixou ainda mais feliz do que eu já estava depois dessa orgia gastronômica. Muito em breve visitarei o restaurante de novo para usufruir do meu prêmio (obrigado, kekanto!) e, dessa vez, não deixarei as sobremesas escaparam.

Apesar de ter conhecido muita coisa do cardápio do restaurante, não tenho dúvida que a Churrascaria Palace pode oferecer ainda mais. Isso porque o restaurante costuma montar uns festivais específicos em determinadas épocas do ano. O Festival de Costelas e o Festival de Peixes Amazônicos são só alguns dos que já estão instigando minha imaginação e com data reservada na minha agenda para eu experimentar.

Enfim, com tanta badalação em torno de novas churrascarias que andam aparecendo por aí, descobrir que a tradição da Churrascaria Palace tem muito a oferecer, inclusive para competir de igual pra igual com as grandes marcas do mercado, é, sem dúvida, uma excelente descoberta. Longa vida à Churrascaria Palace. Mais longa que os 60 anos já alcançados.



RESUMO DO JANTAR:

Fomos tratados como reis nesse evento do Kekanto, recebendo toda a atenção do dono do restaurante, bem como dos especialistas como o Índio, mestre dos mestres quando o assunto é carne, principalmente as costelas. O custo x benefício do rodízio de carnes oferecido pela Churrascaria Palace é reconhecidamente positivo. Muito positivo! Além de um buffet completo de saladas, petiscos e até comida japonesa, muito comuns nas churrascarias hoje em dia, o roteiro do rodízio inclui frutos do mar e quase 30 tipos diferentes de carne, entre cortes tradicionais, criações próprias da casa, como a Picanha Borboleta, e outras iguarias como o Fran Rack de Cordeiro e a Costela P6, que revela 6 sabores e consistências diferentes em uma mesma peça. Não deve em nada às grandes marcas do mercado. E digo mais: acho até que ultrapassa em alguns quesitos.


Você provavelmente já conhecia a Churrascaria Palace, em Copacabana, não? Estive lá, me surpreendi e gostaria de saber o que você achou. COMENTE ESSE POST e divida com a gente.


Churrascaria Palace

Rua Rodolfo Dantas, 16
Copacabana – Rio de Janeiro – RJ
Tel: (21)2541-5898
http://www.churrascariapalace.com.br


Exibir mapa ampliado

Tags: , , , , , , , ,

No comments yet.

Leave a Reply