Restaurante Bistrô do Paço – Centro

Fachada do Bistro do Paço, na Praça XV, no Centro do Rio.

Fachada do Bistro do Paço, na Praça XV, no Centro do Rio.

Enfim, chegou a primeira colaboração de um leitor para o Restaurante do Rio. Tudo bem, mais do que leitor ele é amigo e trouxe uma resenha curiosa sobre o Bistrô do Paço, no Centro do Rio de janeiro. Com vocês, texto e fotos de Guilherme Mattoso (@mattoso) sobre sua recente experiência gastronômica. Post que vai ajudar a enriquecer as resenhas sobre restaurantes no centro. Mete bronca, Mattoso!

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Degustado por Guilherme Mattoso

A vida acadêmica e profissional do Leo Spinardi, autor deste blog e grande amigo, vive cruzando com a minha. Eis uma das razões d’eu estar aqui. A outra foi o fato de sermos apaixonados por comida, ou melhor, por descobrir novos sabores e surpreender nosso paladar. Com o lançamento do Restaurantes do Rio, recebi o convite para colaborar e enviar também algumas dicas. Demorei um pouco, confesso, mas tomei vergonha na cara e inauguro aqui minha primeira resenha!

Conheci o Bistrô do Paço há alguns anos quando uma prima, que trabalha nas redondezas, me convidou para almoçar. O lugar não poderia ser mais emblemático: fica no pátio interno do Paço Imperial, na Praça XV, edifício colonial que abrigou a Família Real em sua chegada ao Brasil! E desde então, volta e meia almoço lá, e o espaço virou uma espécie de ponto de encontro para refeições em família, reunindo primos e tios que trabalham no Centro.

Ambiente interno do Bistrô do Paço, na Praça XV, no Rio de janeiro.

Ambiente interno do Bistrô do Paço, na Praça XV, no Rio de janeiro.

O Bistrô do Paço funciona desde 1994 e é tocado pela médica suíça Maria Nauer, que divide seu tempo entre o trabalho, atendendo ribeirinhos no Amazonas, e as panelas do restaurante, preparando receitas que são heranças de sua família.

Quiche de queijo, salada de batata, queijo de cabra, cenoura ralada com laranja e alface - R$ 23,90.

Quiche de queijo, salada de batata, queijo de cabra, cenoura ralada com laranja e alface - R$ 23,90.

O cardápio é leve, especializado em saladas, quiches e pratos simples. Sempre que almoço lá, peço a dupla quiche + salada mista (R$ 23,90). O bufê é variado e as porções são servidas à vontade. Neste último, fui de quiche de queijo, salada de batata, queijo de cabra, cenoura ralada com laranja e alface. Minha prima optou pela sugestão do dia (R$ 28,90) e pediu uma sopinha de legumes de entrada e risoto de camarão, preparado pela própria Maria Nauer, que na ocasião estava pilotando a cozinha, olha que beleza!

Sopa de legumes com croutons de entrada.

Sopa de legumes com croutons de entrada.

Sugestão do dia: Sopinha de abóbora + Risoto de Camarão - R$ 28,90.

Sugestão do dia: Sopinha de abóbora + Risoto de Camarão - R$ 28,90.

O ambiente do restaurante é bastante agradável e tira proveito da arquitetura do Paço, em diálogo direto com o pátio interno. Os mais calorentos, no auge do verão carioca, não vão gostar muito, mas nada que atrapalhe uma boa refeição.

Linzentorte de damasco: torta com massa especial, gostinho de canela e recheio de geléia de damasco - R$ 6,80.

Linzentorte de damasco: torta com massa especial, gostinho de canela e recheio de geléia de damasco - R$ 6,80.

E as sobremesas? Ah, as sobremesas… também são receitas de família, de origem suíça. Pensamos em pedir opções diferentes, para experimentar dois sabores, mas os olhos cresceram na linzentorte de damasco (R$ 6,80) e pedimos duas. Trata-se de uma torta com massa especial, gostinho de canela e recheio de geléia de damasco. O sabor é realmente peculiar e suave, mas confesso que esperava mais, achei a massa pesada… da próxima vez, vou arriscar um birewggli (R$ 5,90), uma espécie de folheado com geléia de figo, vamos ver!



RESUMO DO ALMOÇO

Sou suspeito para falar. Adoro os pratos, o ambiente e o clima informal. A gerente, Lúcia Macedo, é muito simpática e trata todo mundo como se fosse de casa (e lembra a minha avó, que também se chamava Lúcia!). As quiches têm receita original e algumas sobremesas, de origem suíça, você não encontra em outro lugar no Rio de Janeiro. Uma ÓTIMA opção para fugir dos famigerados self-services, da correria e da tensão que pairam no Centro do Rio de Janeiro durante o horário de almoço.


Já esteve no Bistrô do Paço, restaurante do centro do Rio? Acha uma boa opção para almoço? COMENTE ESSE POST e manifeste sua opinião.


Bistrô do Paço

Praça XV de Novembro, 48
Centro – Rio de Janeiro – RJ
Tel: (21) 2262-3613
http://www.bistro.com.br/


Exibir mapa ampliado

Tags: , , , , ,

7 Responses to “Restaurante Bistrô do Paço – Centro”

  1. Andrea
    July 1, 2010 at 12:28 am #

    Grande Mattoso, belo início em grande estilo! Parabéns! Depois de familiares, tem que levar agora os amigos do trabalho 😉

  2. July 1, 2010 at 12:32 pm #

    Valeu, Andrea! Temos que combinar sim. Quem sabe o Bistrô também não vira um ponto de encontro do Instituto?!

  3. Octavio Machado
    July 5, 2010 at 2:48 pm #

    Belo texto, Matto. Mas esse risoto de camarão tá me parecendo bem xinfrim….

  4. July 6, 2010 at 12:53 am #

    Olha, a foto realmente não ajudou muito, mas tava bom!

  5. Gabriel
    August 1, 2010 at 11:38 pm #

    Recomendo o restaurante Green no centro do rio.
    http://greenrestaurante.com.br/restaurante.html

    Excelente…

  6. August 3, 2010 at 3:00 pm #

    Olá Gabriel! Ainda não conheço esse restaurante, mas buscarei experimentar quando estiver lá por perto. Obrigado pela dica.

    grande abraço!

Trackbacks/Pingbacks

  1. RESTAURANTES DO RIO – Experiências de um paladar comum que gosta de comida boa, preço justo e de um bom atendimento. » Blog Archive » Restaurante Intihuasi – Flamengo - January 31, 2012

    […] meu amigo Guilherme Mattoso, que também é eventual colaborador aqui (leia Filets & Folhas e Bistrô do Paço), também trouxe uma mistura curiosa. Ele, que é um fã confesso de sabores agridoces, escolheu o […]

Leave a Reply