Restaurante Bistrot Du Leme – Leme

Fachada do Bistrot du Leme, anexo ao Leme Othon Palace Hotel.

Fachada do Bistrot du Leme, anexo ao Leme Othon Palace Hotel.

O Leme é um bairro pequeno, num cantinho entre dois outros bairros maiores, mas que consegue reservar tantas opções de bons restaurantes quanto seus vizinhos Copacabana e Botafogo. Em pouco mais de 5 quarteirões, temos bistrôs, bares, restaurantes clásicos, pizzarias e mais. Foi no contexto de descobrir um pouco mais do Leme que visitei o Bistrot Du Leme num final de semana.

Ambiente interno do Bistrot Du Leme. Somente a gente no salão.

Ambiente interno do Bistrot Du Leme. Somente a gente no salão.

É bem verdade que eu e minha mulher demoramos tanto para sair de casa que chegamos ao restaurante poucos minutos antes dele fechar, próximo à meia-noite. O Bistrot Du Leme fica localizado no primeiro andar do Othon Palace Hotel, num espaço anexo. Tivemos atendimento exclusivo porque éramos os únicos clientes no local. Deu um pouco de pena dos garçons, que deviam estar ansiosos pra ir embora. Mas eles não fizeram corpo mole nem nos atenderam mal por conta disso. O ambiente é que ficou um pouco deprê pela ausência de movimento. Mas vejamos a comida.

Vinho argentino, de Mendoza, Nieto Senetiner - Malbec 2008 - R$ 65,00.

Vinho argentino, de Mendoza, Nieto Senetiner - Malbec 2008 - R$ 65,00.

Os trabalhos foram abertos com um saboroso vinho argentino Nieto Senetiner – Malbec 2008, de Mendoza (R$ 65,00), cujo toque frutado acompanhou a diferente entrada que pedimos. Foi o Salada de peito de pato marinado em crosta de gergelim (R$ 29,00). Uma espécie de carpaccio de pato que, se causava estranheza ao ser provado sozinho, se saia bem melhor quando acompanhado de um dos deliciosos pãezinhos da cesta.

Salada de peito de pato marinado em crosta de gergelim, acompanhada de cesta de pães - R$ 29,00.

Salada de peito de pato marinado em crosta de gergelim, acompanhada de cesta de pães - R$ 29,00.

Sabíamos do atraso de vida que estávamos causando aos garçons e, apesar de relaxadas, tivemos a semancol de adiantarmos os pratos e os solicitamos junto com a entrada. Dessa forma, eles foram preparados rapidamente e, assim que acabmos com a entrada, logo nossos pedidos chegaram.

O meu foi o Peito de pato ao molho de manga e arroz negro (R$ 55,00). Combinação bacana, né? Como de praxe, o pato vem mal passado, mantendo a maciez da carne. Estava bem gostoso e a combinação com o molho de manga arroz negro foi deliciosamente tropical. Em alguns pedaços do peito eu senti partes mais duras. Não sei se por muito mal passadas ou se eram nervos comuns a alguns pedaços de carnes. Acho que comprometeu um pouco o paladar do prato, que tinha tudo pra ser nota 10. Será que um cozinheiro mais sonolento, doido pra ir embora, se descuidou na seleção dos pedaços?

Peito de pato ao molho de manga e arroz negro - R$ 55,00.

Peito de pato ao molho de manga e arroz negro - R$ 55,00.

Minha mulher optou pelo Linguini de camarões ao funcho com tomates (R$ 43,00). Não foi tão feliz em termos de sabor quanto o meu, mas não teve nenhum contratempo com a consistência de nenhum ingrediente. Boa quantidade e bem temperado. Massa o ponto, suave, mas sem economia de camarões.

Não terminamos o jantar com um doce, pois não vimos nenhuma opção que nos encantasse a ponte de forçarmos a barra postergarmos a nossa já tardia presença ali. Com essa experiência incompleta, já que ficamos devendo a sobremesa, completamos a resenha em mais um restaurante do Rio de Janeiro.

Linguini de camarões ao funcho com tomates - R$ 43,00.

Linguini de camarões ao funcho com tomates - R$ 43,00.



RESUMO DO JANTAR:

Chegamos poucos minutos antes de fechar e o garçom não torceu o nariz em nenhum minuto pra gente. Nos tratou como se o restaurante estivesse cheio e a pleno vapor. É bem verdade que o ambiente ficou um pouco deprê, já que estava completamente vazio, só com a nossa mesa ocupada. O restaurante fica anexado ao Othon Palace Hotel e possui um ambiente interno mais refinado, onde ficamos, e uma varandinha mais simpática e despojada voltada para a praia do Leme. Experimentamos uma entrada de pato e um prato principal também, que são sempre opções arriscadas. O peito de pato ao molho de manga e arroz negro tinha tudo pra ser nota 10, mas perdeu uns pontinhos por alguns pedaços do pato estarem difíceis de mastigar (muito mal passado ou nervo?). A carta de vinhos é boa! Não experimentamos as sobremesas porque nenhuma delas nos encheu os olhos a ponto de querermos ficar mais alguns minutos ali e atrasarmos ainda mais os garçons e cozinheiros que nos atenderam tão bem. Não é a opção imperdível do Leme, mas algo me diz que dá pra ter um noite bem bacana ali. Iria outra vez pra tirar a prova dos 9.


Já conhecia o Bistrot du Leme, escondido no Othon Palace Hotel? Gosta de lá? COMENTE ESSE POST e me diga se ele está entre os melhores do bairro


Restaurante Bistrot du Leme

Leme Othon Palace Hotel
Av. Atlântica, 656
Leme – Rio de Janeiro – RJ
Tel: (21) (21) 2122-5900, Ramal 247
http://www.bistrotduleme.com.br

Tags: , , , , ,

No comments yet.

Leave a Reply