Restaurante Da Silva – Botafogo

Fachada do restaurante português Da Silva, no Botafogo Praia Shopping.

Fachada do restaurante português Da Silva, no Botafogo Praia Shopping.

Aproveitei a noite de sexta-feira no Botafogo Praia Shopping para comprar os presentes de uma gama de aniversariantes do fim de semana e fui conhecer o restaurante Da Silva, localizado no 5º andar e especializado na culinária portuguesa. Na verdade, não houve um planejamento como a frase acima faz entender.

Já carregado de sacolas, parei em um quiosque do Mr. Beer, que vende uma variedade incrível de cervejas de tudo quanto é lugar do mundo. Degustei uma cerveja australiana chamada Coopers, apresentada por um dos blogueiros do Peremptório, quando estivemos no Aconchego Carioca. Enquanto degustava a cerveja que, aliás, NUNCA está gelada nesses quiosques (fica a crítica), o atendente me informou que o restaurante Da Silva, localizado logo atrás, servia petiscos para os clientes do quiosque do Mr. Beer. Cheguei a ficar tentado, mas optei por tomar apenas uma garrafa daquela cerveja morna e só depois entrar no restaurante para trazer mais um relato para cá.

Salão do restaurante português Da Silva, no Botafogo Praia Shopping.

Salão do restaurante português Da Silva, no Botafogo Praia Shopping.

Sucos natural de fruta: laranja e limão.

Sucos natural de fruta: laranja e limão.

Nos deparamos com o restaurante bastante cheio, afinal, eram quase dez da noite de uma sexta-feira. Fomos prontamente atendidos por um garçom atencioso, que nos direcionou para uma mesa colada aos espelhos, do lado esquerdo de quem entra no salão.

Eu e minha mulher pedimos um par de sucos de frutas, um de laranja e outro de limão, enquanto paquerávamos o cardápio e decidíamos sobre o que comeríamos.

Com o chamariz da recente inauguração e das opções de receitas mais em conta do famoso restaurante Antiquarios, o Da Silva parecia mesmo ser uma boa opção para aquela noite. No entanto, a entrada que pedimos não foi as boas-vindas que esperávamos. Pedimos as Lulas Sevilhanas (R$12,00), que são anéis de lula empanados com um molho especial. Não sei se erramos no pedido de entrada ou se estou acostumado com os deliciosos e sequinhos anéis de lula do Via Farani, mas essa opção não agradou. O empanado por vezes se desfazia, soltando-se dos anéis, e ainda estava bastante gorduroso. O preço eu achei bastante justo, mas a comida não acompanhou.

Lula Sevilhanas - anéis de lula empanadas com molho especial - R$ 12,00.

Lula Sevilhanas - anéis de lula empanadas com molho especial - R$ 12,00.

Com medo de errar novamente no prato, optamos por pedir uma opção que se enquadrasse como aquele que “mais sai” na casa. Entre as opções portuguesas de raiz, miramos no Lombo de Bacalhau Grelhado (R$ 62,00), acompanhado de batatas e legumes. Os acompanhamentos é você quem escolhe. Eu e minha mulher optamos por esses dois porque queríamos complementos leves para o bacalhau, que por si só já é uma carne imponente, que pesa no estômago.

Lombo de Bacalhau Grelhado, acompanhado de batata e legumes - R$ R$ 62,00.

Lombo de Bacalhau Grelhado, acompanhado de batata e legumes - R$ R$ 62,00.

O lombo de bacalhau grelhado é um prato grande, serve duas pessoas bem, mas não correspondeu à expectativa. Um dos riscos clássicos de se fazer e comer bacalhau é a possibilidade dele ficar muito salgado. Aqui o caso foi o contrário. O bacalhau estava insosso, com gosto discreto, que nem as lâminas de alho e a cebola que vem por cima conseguiram complementar.

O Lombo de Bacalhau Grelhado serve 2 pessoas, mas não é o prato forte da casa - R$ 62,00.

O Lombo de Bacalhau Grelhado serve 2 pessoas, mas não é o prato forte da casa - R$ 62,00.

É claro que ficamos decepcionados em comer um bacalhau fraco num restaurante português. Mas como já estava ali, resolvi chegar até as sobremesas e ver se alguma delas conseguia compensar a experiência.

Ao fundo do salão, uma bancada de metal reunia diversas opções como quindim, tocinho do céu, encharcada de ovos, ovos moles com canela, entre outros. Atrás dessa bancada, uma grande janela ocupava toda a última parede do salão, inclusive onde havia algumas mesas privilegiadas, de onde era possível vislumbrar uma excelente vista da enseada de Botafogo, assim como no restaurante Kotobuki, que fica em um andar acima. Das sobremesas, selecionei um pequeno pedaço de Siricaia e outro de Tiramisu, que foi pesado numa balança e depois levado à mesa. Não os achei nada demais e pode ser que o fato deles estarem expostos ali e funcionarem no esquema à quilo, não tendo sido feito exclusivamente para mim (hum, hum) tenha influenciado na minha percepção.

Por outras resenhas que li do restaurante, minha experiência foi um ponto fora da curva. Quem sabe não dou outra chance ao Da Silva, já que volta e meia estou lá no Botafogo Praia Shopping?

Bancadas de sobremesa com doces variados, entre eles Tiramisu e Siricaia.

Bancadas de sobremesa com doces variados, entre eles Tiramisu e Siricaia.



RESUMO DO JANTAR:

O restaurante oferece um salão amplo, bem iluminado e decorado, até mesmo com uma vista excelente (bem ao fundo) para a enseada de Botafogo. Vale à pena tentar catar umas mesas por lá. O garçom que nos atendeu foi muito atencioso, simpático e comunicativo. Até o preço eu achei muito bom. Mas no quesito que ele não podia falhar, que é a comida, ele falhou. As lulas empanadas que pedi de entrada estavam gordurosas e o lombo de bacalhau grelhado, apesar da boa quantidade, passou despercebido pelo nosso prato. Sabor discreto, pouco sal. O encantamento com algum prato do restaurante vai ficar pruma próxima visita.

Curte comida portuguesa e é fã de bacalhau? COMENTE ESSE POST se você provou um prato de bacalhau gostoso e recomende pra gente, beleza?


Restaurante Da Silva

Praia de Botafogo, 400
Botafogo Praia Shopping
5º piso – Loja 504 B
Tel: (21) 2237-9149 | 2237-9089 | 2237-9086
Sem site


Exibir mapa ampliado

Tags: , , , , ,

6 Responses to “Restaurante Da Silva – Botafogo”

  1. guilhermino
    November 18, 2011 at 4:44 pm #

    Vou com minha familia todas as semanas adoro a comida (Da Silva) e meus filhos tambem .
    Quando eu vou tenho sempre um otimo atendimentooo sempre sao todos bem atenciosos
    tenho o prazer de pedir para incluir o serçios no meu cartão, duas semanas atras fuii e perdii
    para o garçom fechar minha conta tudo bem ele fechouu,perdi para ele colocar o serviços que tenho o prazer
    de pagar aii o garçom falou que nao podia mas ordens dos donos, acho isso um absurdo eu querer pagar os 10% no no meu cartão e nao poder, como agente nunca anda com dinheiro, hoje em dia e so cartão acho que deveria deixa como antes.
    Grato pela atençao…Sr(o) Guilhermino

  2. November 18, 2011 at 6:15 pm #

    Oi, Guilhermino!

    Obrigado pela colaboração. Não me recordo de outro restaurante que eu tenha ido que adote tal prática. Realmente é constrangedor para o cliente, né?

    abraço,
    Leonardo Spinardi

  3. Katherine
    April 27, 2012 at 12:17 pm #

    Olá !
    Adorei seu post …
    Gostaria apenas de fazer um comentário quanto as cervejas especiais que você disse estarem mornas … eu sou uma amante dessas cervejas e quando comecei a conhecê-las, realmente em alguns lugares eram servidas bem geladas (como as que degustamos tradicionalmente aqui nos bares Brasil), já em outros lugares eram servidas em temperaturas mais “mornas”. A verdade é que comecei a estudar um pouquinho sobre esse mundo cervejeiro, e vi que realmente a maioria delas são indicadas (até no próprio rótulo) a serem degustadas em temperaturas bem mais altas do que costumamos degustar nos barezinhos … Essa coopers por exemplo, a strong Ale e a extra stout devem ser degustadas em temperatura de 8 a 12ºC e a Sparkling Ale e Pale ale de 5 a 7º + ou -. Não sei a temperatura que você degustou, mas é que inicialmente nós acostumados a degustar as geladíssimas cervejas brasileiras em nosso caloroso clima, estranhamos quando tomamos uma cerveja em tais temperaturas.
    Fica a dica! :)

  4. April 27, 2012 at 12:40 pm #

    Oi, Katherine!

    Com certeza meu estranhamento foi em relação a isso. Acho que a temperatura estava dentro dessa informada por você. O fato é que no calorão carioca, ficou difícil beber uma cerveja semigelada e achá-la a mesma maravilha que uma geladaça. De qualquer forma, entendo que a cerveja mais gelada acaba tendo parte do seu paladar omitido. E como essas cervejas oferecem muitas nuances, temperaturas mais altas favorecem a degustação, não é isso?

    Obrigado pela colaboração!

    abraço,
    Leonardo Spinardi

  5. Ligia Alves
    October 17, 2012 at 4:45 pm #

    Prezados,
    Boa Tarde
    Em 14/10/2012 fui almoçar com minha família.
    A comida, como sempre, muito boa.
    Mas, peço atenção aos pratos: uma quantidade muito grande estaba bicada. Fica deselegante para um Restaurante apresentar uma louça naquele estado.
    Obrigada,
    Ligia Alves da Cruz

  6. October 17, 2012 at 5:43 pm #

    Oi, Ligia!

    Obrigado pelo comentário. Fica a dica para o restaurante vistoriar seus pratos que, por acidente, podem ter se quebrado nas bordas, mas continuam sendo servidos aos clientes.

    um abraço,
    Leonardo Spinardi

Leave a Reply