Restaurante La Fabrique – Leme

Facha do restaurante La Fabrique, na Av. Atlântica, de frente para a praia do Leme.

Facha do restaurante La Fabrique, na Av. Atlântica, de frente para a praia do Leme.

O pequeno bairro do Leme, localizado naquele cantinho entre Copacabana e Urca, oferece excelentes opções de restaurante, numa mistura de pólo gastronômico e turístico, que combina uma certa elegância com aquele clima descontraído de praia. Já estive em diversos restaurantes por lá. Alguns mais elegantes como o D’Amici e o Galeria 1618, cujos donos são os memsos do La Fabrique. Outros mais despojados, como o La Fiorentina e o Shirley’s. A bola da vez foi o Restaurante La Fabrique, na rua da praia, bem na entrada do bairro.

Minha mulher já o conhecia e insistiu para que eu também experimentasse – e colocasse aqui no blog – os destaques do cardápio, que é bem amplo e internacional, mas com um cuidado especial com as entradas, nos moldes dos restaurantes espanhóis de tapas.

O ambiente interno parece agradável, mas a área externa protegida com toldo ainda tem um climinha mais legal.

O ambiente interno parece agradável, mas a área externa protegida com toldo ainda tem um climinha mais legal.

Não tivemos problemas em conseguir uma mesa na área externa, aquele espaço no calçadão, normalmente coberto por uma tenda de lona para evitar a chuva e com alguma proteção lateral para diminuir um vento mais forte. Também há um salão interno que sequer conheci. Como a noite estava fresca, optamos pela varanda e abrimos os serviços com um Chopp Brahma (R$ 5,00), para mim, e uma long neck de Stella Artois (R$ 8,50), para minha mulher.

Pria do Leme, noite fresca, um Chopp e uma Stella Artois para acompanhar - R$ 5,00 e R$ 8,50.

Pria do Leme, noite fresca, um Chopp e uma Stella Artois para acompanhar – R$ 5,00 e R$ 8,50.

Devidamente munidos com a nossa cervejinha, flertamos com o cardápio em busca das grandes pedidas.É bem verdade que o cardápio é bem internacional e faz referência a diversas regiões, com temperos, cores e cheiros de países variados, abrangendo até mesmo uma onda oriental.

Trouxinhas de camarões em papel de arroz ao molho doce picante - R$ 35,50.

Trouxinhas de camarões em papel de arroz ao molho doce picante – R$ 35,50.

E foi nessa onda meio tailandesa que mergulhamos firme com as Trouxinhas de camarões em papel de arroz ao molho doce picante (R$ 35,50). Porção na medida e sabor diferente na mistura de frutos do mar com molho agridoce. Apesar das 4 unidades, o papel de arroz reunia os camarões e temperos resultando numa peça robusta. Excelente pedida que recomendo a quem fizer uma visita.

A missão de superar o primeiro pedido era ingrata, mas o combinado de Bruschettas com Serrano, tomate e mozarela de búfala ao pesto (R$ 25,50), não fez feio. A entrada à la italiana, apesar do número ímpar de peças, estavam muito bem feitas e bem acabadas, com molho de tomate saboroso e acompanhadas de batata frita. Petiscos que se adequaram muito bem às duplas de cervejas que estávamos saboreando.

3 Bruschettas com Serrano, tomate e mozarela de búfala ao pesto - R$ 25,50.

3 Bruschettas com Serrano, tomate e mozarela de búfala ao pesto – R$ 25,50.

Finalizamos a experiência com uma sobremesa exótica cuja descrição é mais instigante do que o pedido em si. Trata-se das Pérolas de tapioca ao leite de coco com manga fresca e hortelã (R$ 15,50). Sem dúvida, uma combinação inusitada que criou certa expectativa, mas cujo resultado não deu tanta liga. Parece que os ingredientes não se misturaram tão bem a ponto de você consegue sentir os gostos de cada um deles separado, mesmo quando provados juntos. A impressão que tive foi que não encaixou, faltou liga.

Apesar desse desfeche na descendente, acho que o La Fabrique é uma opção interessante no Leme. Principalmente se o foco for beliscar com qualidade enquanto se toma um chopp ou cerveja. Mas o restaurante também conta com um cardápio completo com opções de carne (Costelinhas de porco com onion rings ao mel de gengibre e Batatas fritas), massas (Risotto de aspargos com tiras de mignon) e frutos do mar (Filé de atum ao limão e mel de gengibre com arroz e legumes), que, se mantiver a qualidade e o preço dos belisquetes que provei, deve ser também uma boa opção para almoço. Ah, e é fato que o ambiente à beira-mar colabora, principalmente à noite, quando impõe um tom mais charmoso ao cenário.

Pérolas de tapioca ao leite de coco com manga fresca e hortelã - R$ 15,50.

Pérolas de tapioca ao leite de coco com manga fresca e hortelã – R$ 15,50.



RESUMO DO JANTAR:

Irmão mais popular do excelente Bistrô 1618, também no Leme, o La Fabrique traz um cardápio internacional, com cuidado especial com as entradas. Foi a parte que experimentei nesta visita e curti demais. Destaque para as trouxinhas de camarões em papel de arroz ao molho doce picante. O menu dos pratos principais também promete, como sugerem as costelinhas de porco com onion rings ao mel de gengibre e batatas fritas. Apesar de dispor de um salão principal interno, acho que a opção na varanda traz uma certa informalidade, já que te coloca de frente para as areias da praia do Leme. O preço segue a média da concorrência, mostrando-se justo ao que é oferecido, tanto em termos de paladar como de atendimento.


Você costuma rodar pelo Leme para experimentar o que os restaurantes desse pequeno bairro oferece? Já conhece o La Fabrique? O que você experimentou lá que não pode deixar de contar pra gente? COMENTE ESSE POST e deixe sua dica.


Restaurante La Fabrique

Av. Atlântica, 994
Leme – Rio de Janeiro – RJ
Tel: (21) 2541 2416
http://www.lafabrique.com.br/


Exibir mapa ampliado

Tags: , , , , ,

One Response to “Restaurante La Fabrique – Leme”

  1. June 25, 2014 at 1:00 am #

    Que coincidência… Também tenho um post sobre o La Fabrique: http://memoriasdeumestomagofeliz.wordpress.com/2013/09/10/o-melhor-steak-tartare-la-fabrique/

    São duas visões interessantes do mesmo lugar… Acho que vou ver quais outros posts temos em comum…

    Abs!

Leave a Reply